FANDOM


(Transcript)
(Adicionando categorias)
Linha 384: Linha 384:
   
 
'''O episódio acaba.'''[[Categoria:Transcrições]]
 
'''O episódio acaba.'''[[Categoria:Transcrições]]
  +
[[Categoria:Primeira Temporada]]

Edição das 19h35min de 21 de dezembro de 2019

Dia Bem Legal com uma Garota Galeria Transcrição
[O episódio começa com a câmera focada no sol e depois ela vai pra baixo e mostra Clarêncio colocando água de mangueira na boca]

Clarêncio: [Suspira e depois coloca mais água na boca e então suspira de novo e depois coloca mais água e depois um caminhão escrito "UBER MOVERS" passa e chega na casa da Amy. Logo depois, Amy sai de sua garagem e vai até a casa de Clarêncio e lá Clarêncio se aproxima de uma pirâmide de lama] Isso não é uma pirâmide de lama, [coloca a mangueira dentro da pirâmide de lama e começa a sair a água da mangueira dela] é um vulcão secreto! Ah, não, a lava está saindo! Ah, não, estou queimando! Aw, é tão difícil ser [olha para Amy] um... [olha para o outro lado] homem de grama...

Amy: Oi, Clarêncio!

Clarêncio: Oi... ahn... ahn... esqueci seu nome de novo.

Amy: É Amy, de novo... Vamos andar de bicicleta? [Vê Clarêncio molhando o rosto com a mangueira]

Clarêncio: Ahn... eu ainda não tenho mas, vou pedir uma de Natal, então, que tal você perguntar isso de novo quando o Natal chegar?

Amy: Ué? Pode subir no ferrinho.

Clarêncio: Oh, (não entendi o que ele disse depois de "Oh,") [sobe no ferrinho] Aonde a gente vai?

Amy: Vamos catar uma rocha errática!

Clarêncio: O que é isso?

Amy: Errática. É tipo uma pedrona bem grande.

Clarêncio: Pedrona grande, é? Fala mais.

[Corta para dentro da casa de Clarêncio. Clarêncio e Amy são vistos olhando erráticas no computador, enquanto Mary é vista dobrando as roupas.]

Computador: Rocha errática. Uma rocha ou pedra diferente das rochas próximas, possivelmente trazida de longe por ação glacial. [Mostra a imagem de uma geleira se movendo em direção à terra, derretendo formando um irregular e um homem coçando a cabeça em confusão.]

Clarêncio: Caramba! É uma pedra monstro?

Amy: Tipo isso, a minha irmã falou dela. Ela falou que tem uma na floresta depois da pracinha.

Clarêncio: Peraí, quer dizer que tem uma dessas por aqui?!

Amy: Tem! Foi a minha irmã que falou. Assim, eu não sei se dá pra ir pedalando.

Clarêncio: A gente tem que achar essa pedra.

Mary: O que estão aprontando?

Amy: Vamos procurar uma errática!

Clarêncio: É, tipo uma pedra monstro que come outras pedras.

Mary: Tá bom, não se machuquem.

[Clarêncio e Amy olham de volta para o computador]

Clarêncio: Uau! Olha só [aponta para o computador] essa! Já viu essa?! Essa é tão maneira... [se aperta para fazer xixi] Ai, caramba! Calma aí, tenho que fazer xixi. Oh! [bate no computador] Olha só essa! Será que vai ser igual a ela?

Mary: Clarêncio, banheiro.

Clarêncio: Ah, que isso?! Tá bom, vou fazer xixi.

[Cortamos na cozinha onde Clarêncio cria um sanduíche]

Clarêncio: Ô Amy, quanto tempo acha que vamos ficar fora?

Amy: Sei lá, umas três horas talvez?

Clarêncio: [olha o sanduíche depois que ele fez muito] É melhor eu fazer mais.

[Clarêncio coloca garrafas de água na mochila, então ele fecha a mochila com zíper]

Clarêncio: Uh! Uh! Uh! Hmm! Pronto!

[Nesta cena, Clarêncio vai andando estranhamente com a mochila, e ele sobe na bicicleta.]

Amy: Olha só, se a gente [aponta para o mapa] for por aqui, fica perto da lojinha de queijo. Você quer levar o mapa?

Clarêncio: [suspira] Eu posso ser o navegador?!

Amy: Tá, pode.

Clarêncio: Tá bom, deixa eu ver... ahn... sol apino, então, tem que ir, por ali. [Amy começa a andar de bicicleta] Wow!

[Amy anda de bicicleta, a câmera se muda para a cidade. O cachorro late, a cena significa a estrada nas lagoas. Essa cena Clarêncio aperta o botão novamente, moos de Vaca.]

Clarêncio: Ui! Ui! Ui! Ui! Ui! Ui! Ui! Ui! Ui!

[Amy ri, Na cena na floresta, Clarence segura uma areia anterior, de guinchos de lagarto e o lagarto corta a cauda do lagarto.]

Clarêncio: Valeu!

[Amy anda de bicicleta com a curva à esquerda do pedestal branco.]

Todos: Bom jogo, Bom jogo, Bom jogo.

[Três velhas, uma velha joga as sementes do pássaro, Duas velhas estão falando. O cachorro late novamente.]

Clarêncio: Oi, Au-Au. [Cão do primeiro tempo late.] Oi, Mario. [Cão do segundo tempo late.] E aí, Dudu? Oi, Vovô!

[Cachorro uiva. A Sra. Baker vai correndo na cidade.]

Clarêncio: Oi, Sra. Baker.

Sra. Baker: [Grita e para de correr.] Oi, Clarêncio.

Clarêncio: Chadão! Chadão!

Chadão: [Bate na janela.] Clarêncio! Clarêncio!

Amy: Uau! Você é amigo de todo mundo!

Clarêncio: Nem de todo mundo. Oi! E aí, Victor!

[Victor grita "MEEOW!"]

Clarêncio: Esse aí não gosta muito de mim, não.

[Na cena com a loja de jogos fora do local chamada "Game Dump" Belson dá risadas malignas, Belson olha Clarence e Amy para andar de bicicleta.]

Belson: Hã? [Ele persegue a bicicleta, depois para.] Como é que é? [Nathan vai comendo laranjas e Belson corre até ele, suspirando] Nathan, acabei de ver o Clarêncio passeando com a Amy!

Nathan: Uh, Amy Shtuzger ou Amy Gillis?

Belson: Amy Gillis!

Nathan: [Engole uma laranja.] Amy Gillis?

Dustin: Prepara, passa.

[Percy se afasta ofegante.]

Percy: Tô livre!

[Dustin joga futebol laranja, Belson vem jogando futebol laranja.]

Dustin: Toma! Uh! Pra que isso, Belson?!

Belson: Não temos tempo! Acabei de ver o Clarêncio entrando no parque com a Amy Gillis, so-zi-nhos. Juntos!

Dustin: Mas por quê?

Belson: Eu sei lá. Mas nós vamos descobrir!

Amy: Aí, o Pinter e a Melissa não passaram pela porta, porque o Professor Sooly enfeitiçou a porta. Mas tem uma coisa chamada sino da alma, que já nasce com todas as pessoas [suspira] mas a do Peter é especial, ele só não sabe disso ainda. [suspira] E isso é só o primeiro livro!

Clarêncio: Ah, legal, gostei. Uuh, acontece que eu não cheguei nesse aí ainda.

[Belson, Nathan, Dustin e Percy caminham pela floresta.]

Nathan: Aposto que vão brincar de pegar.

Belson: [Zomba] Não.

Percy: Como é que se brica de, "Pegar"?

Nathan: Eu não sei. Mas seja como for, é o que vão fazer.

[Belson geme]

Amy: Ei, vamos fingir que somos ursos!

Clarêncio: Ahn, eu topo. Como é que é um urso...? [Fica estridente] Oh, olá, eu sou um urso de mel. Cadê todo o mel pra eu comer?

Amy: [Ri de novo.] Não, ursos de verdade.

[Amy ruge.]

Clarêncio: Ah, não! É meu amigo urso-de-verdade, o Tyler! [Clarêncio começa a correr de Amy ainda rugindo] Tyler, não! Você tem que pegar seu próprio mel pro inverno!

[Belson corre com árvores escondidas]

Belson: Olha eles. [Corre com Nathan, Percy e Dustin] Que nojento!

Nathan: Eles estão brincando de pegar.

Belson: Cala a boca!

Clarêncio: Wow! Wow! Puxa vida! [Ele anda, suspira e muda de voz.] Amy, você tem que dar uma olhadinha nisso aqui! [Amy anda de bicicleta devagar e suspira.] Não tô acreditando!

Amy: Achamos!

Clarêncio: Whoo! [Amy ri e Amy e Clarêncio fazem um Hi-5]

Amy: É enorme! Olha só isso!

Clarêncio: [Morde um musgo] É, é uma pedra monstro mesmo.

Amy: Ô Clarêncio, tem mais musgo pra você em cima.

Clarêncio: Eba!

[Amy e Clarêncio sobem na rocha]

Clarêncio: Consegui!

Amy: Olha, dá até pra ver a nossa casa!

Clarêncio:Nós subimos ao topo da rocha. Comi algum musgo, e chutei um trouxa. Não mexe comigo e a minha amiga Amy, porque subimos em rochas, e eu faço xixi!

[Amy geme. A câmera diminui o zoom.]

Belson: O que é que eles tão fazendo lá encima?

Nathan: Sei lá, mas parece legal.

Belson: Não, meninas são nojentas.

Nathan: É...

Dustin: Mas eu gosto de olhar pra elas.

Nathan: É...

Dustin: E o cabelo delas é macio.

Sumo: Parece cachorro.

Clarêncio: Você é uma boa exploradora. A gente devia fazer mais isso. [Chuta uma pinha] Ah! [Chuta outra pinha] Uh! [Chuta um musgo] Uhh! E aí, pra que ano você vai, ano que vem?

Amy: Eu vou pro 5º ano. Mas... eu não sei se eu vou voltar.

Clarêncio: Hã? Como assim?

Amy: Talvez eu me mude. Não sei se eu vou continuar morando com os meus pais.

Clarêncio: Ah. Eu também fiquei sem pai durante um tempo. Mas agora eu tenho o Chadão, ele é bacana.

Amy: É?

Clarêncio: É sim, ele me carrega nas costas sempre que eu peço.

Amy: Isso parece bem legal!

Clarêncio: É demais.

Nathan: Mas garotas são bem mais cheirosas.

Dustin: É verdade... E a pele é macia.

Nathan: É...

Dustin: É, garotas são demais.

[Amy ri pela quarta vez. Belson resmunga.]

Belson: A gente devia estar na pedra, não o Clarêncio.

Nathan: Pra brincar de pegar com a Amy?

Belson: Não! É que... eu quero ficar na pedra!

Dustin:Alguém tá apaixonado.

Belson: Urgh, vão catar pinhas! Vamos dominar a pedra...

Nathan: Tá.

Percy: Vamos!

Clarêncio: Eu sei soltar água entre os dentes.

[Clarêncio solta água entre os dentes, Amy ri]

Belson: Oh! O que é que vocês estão fazendo na nossa pedra?!

Clarêncio: Ah, oi, Belson! Quer brincar com a gente na nossa pedra monstro?

Amy: Aah, a pedra não é sua. A gente achou, não pode ser só sua!

Clarêncio: É! ♪Ela não é sua.♪

Belson: Não é? [Estala os dedos e Nathan, Dustin e Percy chegam com pinhas] ATACAR! [Nathan, Dustin e Percy correm gritando até a pedra para jogar as pinhas]

Percy: Guerra!

Dustin: Guerra!

[Os três jogam as pinhas mirando em Clarêncio, mas erram todas]

Clarêncio: Uhhh!

Amy: Clarêncio, pega tudo o que der pra jogar.

Clarêncio: Beleza. [Pega um musgo e o mira] Toma isso! Foi mal, musgo. [Lança o musgo] Ah!

Dustin: [Ri, joga uma pinha e é acertado pelo musgo do Clarêncio, mas continua rindo]

Percy: Uh. [Pega uma pinha do chão] Protege. [Corre e tropeça no capacete de Amy] Ahhhh! Ah! [As pinhas batem na pedra e ele vai arrastado para a pedra, batendo com a cabeça lá. Depois, Nathan aparece escalando a pedra]

Nathan: Uh.

Clarêncio: Cuidado! [Chuta uma pinha e ela cai na cabeça de Nathan e Nathan cai]

Nathan: Ai.

[Nathan cai, Amy joga pinha, mas erra. Ela joga de novo, Belson ri e pega pinha em falta. Ela acerta a bunda de Belson.]

Belson: Au! Você vai ver só.

Clarêncio: Cava, cava, joga, joga. Cava, cava, joga, joga.

Sumo: Uh! Guerra de pinhas! Guerra de pinhas! Guerra de pinhas! Guerra de pinhas! Guerra de pinhas! Tenta me acertar!

[Nathan joga uma pinha e acerta o rosto de Amy]

Belson: O que é que foi isso, cara? Você acertou a cara dela!

Nathan: Ahn... Foi mal, Amy!

Amy: Não importa, nem machucou!

Clarêncio: Ah, não! Eu tenho que fazer xixi de novo!

Amy: Clarêncio, me ajuda! Eu não consigo sozinha! [Alguém joga uma pinha e Amy desvia]

Clarêncio: Eu queria te ajudar, Amy, mas eu tenho que fazer... xixi. [Clarêncio faz xixi em Belson e ele sai correndo]

Amy: Clarêncio, você-- [suspira]

[A câmera mostra Clarêncio e é revelado que na verdade ele estava usando água de uma garrafa de água]

Clarêncio: Haha, estão molhados!

Amy: Ahn. Ahahahaha!

Sumo: Ahaha! Guerra de pinhas, guerra de pinhas!

Amy: Uh! [Joga uma pinha e um alarme do relógio dela toca] Ah. Clarêncio, eu tenho que--

[Clarêncio chuta pinhas com karatê.]

Clarêncio: Doeu.

Amy: [Ri] Clarêncio, eu tenho que ir pra casa. Tenho que jantar.

Belson: [Joga duas pinhas] Vocês já cansaram?!

Clarêncio: Uh... já. Ô gente, a Amy tem que ir pra casa agora. E a gente já tá quase sem musgo mesmo...

Belson: Aham! Ganhamos! Aham!

[Nathan, Percy e Dustin se cansam]

Percy: [Cansado] Whoo-hoo!

Clarêncio: Até mais, valeu pela batalha. Amy, posso ir no ferrinho de novo?

Amy: Ah, claro.

Clarêncio: Legal.

Amy: Mas eu vou empurrar a bicicleta até...

Nathan: Acho que não ganhamos.

Clarêncio: Ah, pode ser. Bi, bi, eu desço aqui.

Amy: É, foi muito legal.

Clarêncio: Muito legal. A gente se vê na escola.

Amy: É, talvez.

Clarêncio: Toma. [Pega aquela cauda de lagarto que ele conseguiu andando de bicicleta com a Amy] Ainda tá se mexendo!

Amy: Ughl, que nojento! [Ri]

Clarêncio: Relaxa, vai crescer de novo. Eu acho que vai voltar a ser um lagarto inteiro outra vez.

Amy: Tá... legal. Valeu, Clarêncio.

Clarêncio: De nada.

Amy: Já vou, tchau.

Clarêncio: Até mais!

[Belson, Nathan, Percy e Dustin correm até Clarêncio, cansados]

Belson: E aí, o que aconteceu?

Dustin: Brincaram de pegar?

Clarêncio: Ahn... eu não tô lembrado. Acho que não. Fizemos alguns sanduíches. [Pega sua mochila] Vocês querem? [Abre sua mochila e Clarêncio, Sumo, Belson, Percy, Dustin e Nathan pegam 6 sanduíches, um pra cada um]

Belson: Eu ainda não acredito que você ficou com uma garota o dia todo.

Dusin: Puxa, Clarêncio, [Morde o sanduíche] você é muito sortudo.

Clarêncio: É, e eu posso comer todos os sanduíches que eu quiser. [Morde o sanduíche]

O episódio acaba.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.